terça-feira, 24 de julho de 2012

A Bela do Porto

A mais “hernosa” rapariga porto alegrense
Desnuda sua beleza, pela cidade provinciana
Lá está ela, dando sua caminhada na rua da praia, numa tarde de verão,
Quintaneando igual a um verso elaborado com todo o fervor lírico
É a mulher infinita, a menina dos olhos de Deus.
Uma “madeimoselle”, fugida de um quadro de Renoir.
Exibe delicadas rendas, nas suas luvas combinando com suas mãos angelicais.
Tens corpo sinuoso, um violão que toca uma canção , do amigo Lupi
Quando seu rosto se posta de perfil, sua boca forma um incandescente coração.
Morena mate, dos olhos da cor azul celeste
Até o sol poente debruça-se nos morros,
Para ver esta donzela,,formando um crepúsculo de cor vermelha,para mostrar sua paixão
Traz a felicidade completa nas águas do velho Guaíba, que reflete a imagem reticente desta princesa.
Moinhos de vento, ficam tresloucados, giram suas pás numa velocidade estonteante, quando ficam diante dela
É a profanadora redenção dos suspiros, que saem de seus admiradores
O laçador desce do pedestal para curvar-se aos pés deste monumento feminino
Sua fragrância de flor, que espalha aos quatro ventos, tem o tempero de um jardim repleto de lírios do campo.
Deixa à deriva, todos os barcos, pois os pescadores ficam enfeitiçados pelos encantos desta bruxinha.
A Ana Florisbela que torna mais alegre este porto, que é sua terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"dEUS OLHA POR NÓS"